Nota da FASUBRA sobre declaração do jornal O Globo pelo fim da gratuidade no ensino superior público brasileiro

A Federação de Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra-Sindical) repudia veementemente declarações do jornal aliado dos golpistas, O Globo, no editorial publicado dia 24 de julho intitulado “Crise força o fim do injusto ensino superior gratuito”.

Reafirmamos nosso compromisso de luta por uma educação pública, gratuita, estatal e de qualidade socialmente referenciada, entendendo-a como um direito social universal, garantido pela Constituição da República Federativa do Brasil.

Não admitimos que a extinção de direitos ou a reversão de políticas sociais historicamente conquistadas sejam dadas como solução para uma crise cuja causa não é de responsabilidade do povo.

As saídas para a crise devem ser encontradas, por exemplo, na redução das margens exorbitantes de lucro dos bancos, no combate à sonegação de impostos, endêmica dentre grandes empresas, taxação das grandes fortunas e no não pagamento dos juros da dívida.

 

Fora Temer!

Direção Nacional da Fasubra-Sindical

28 de julho de 2016