Home » Notícias » Mundo »

7 mil pessoas ocupam ruas em Uberlândia em ato #EleNÃO

Por Raissa Dantas

(Captação e edição do vídeo: Roberto Camargos)

 

No último sábado, 29 de setembro, mulheres de todo o Brasil convocaram atos contra o avanço do fascismo, personificado por uma candidatura a presidência brasileira. Uberlândia/MG foi uma das 114 cidades que tiveram as ruas ocupadas por resistência, em que foi dado o recado de que ele não representa o futuro que queremos para o Brasil. Mulheres do grupo de Facebook “[Uberlândia] Mulheres contra o fascismo” convocaram o ato que, com o apoio do SINTET-UFU, do MTST, da Adufu, do Secua, do Sinpro, de coletivos estudatis e outros movimentos sociais, puderam construir uma frente ampla e unificada para mobilizar para esse grande ato.

Foto: Letícia França/Adufu

Cerca de 7 mil pessoas lotaram a praça Ismene Mendes e mesmo embaixo de chuva forte caminharam pelas ruas do centro cantando palavras de ordem. A manifestação foi pacífica, bem organizada e teve como eixo central a oposição intransigente a Bol.sonaro, seus discursos de ódio e sua proposta de governo e, ainda, a defesa da democracia, da pluralidade e do respeito para nosso futuro.

Foto: Letícia França/Adufu

 

Novos atos já foram convocados em outras cidades brasileiras para o dia 06/10, sábado que antecede as eleições.

 

Ele não, ele não, ele não, não, não.

 

 

2 de outubro de 2018